24 de junho de 2016
Recado de São João
bandeirola

É muito difícil falar de pecado no mundo de hoje, no qual somos estimulados a dar vazão às nossas vontades em nome do nosso "direito de ser feliz".   Então, se não há limites e não há pecado, torna-se impossível falar de arrependimento diante de Deus. E se não há do que se arrepender, também não há por que temer o nosso destino na eternidade, afinal, "o Deus compreensivo e amoroso não me conduzirá a outro lugar senão o paraíso".   Normalmente, então, pulamos todas estas etapas e falamos diretamente de Jesus e muitos o aceitam por saberem que Ele é o detentor das bênçãos ou simplesmente da paz que precisam para suas vidas.   Diante disso, eu me pergunto: Por que Deus enviou João Batista, antes de Jesus, a pregar o arrependimento?   Será que é possível compreender Jesus de uma forma PROFUNDA sem um coração arrependido?   Por que é preciso arar e preparar a terra antes de ...